Notícias

Microscópio: terminologias mais utilizadas na microscopia

microscópio é o instrumento mais importante para a identificação e compreensão de princípios gerais e características especiais em relação à estrutura das células, tecidos e microrganismos. Assim, os microscópios abrem fronteiras que não podem ser observadas a olho nu. É por esta razão que desempenha um importante papel na ciência, biologia e medicina, fazendo-nos conhecer um mundo que consideramos microscópico.

A microscopia como a conhecemos teve início com Anton van Leeuwenhoek, considerado o “pai da microbiologia”, no século XVII. Suas lentes melhoradas no microscópio simples permitiram visualizar protozoários e bactérias. Algum tempo mais tarde Robert Hooke observou as primeiras células, através da invenção do primeiro microscópio composto, usando dois conjuntos de lentes para obter o aumento na ampliação. Desde então o microscópio vem sendo aperfeiçoado incessantemente.

 

 

Manipulação do microscópio óptico

Existem muitos tipos de microscópios, permitindo diferentes níveis de ampliação e produzindo diferentes tipos de imagens. Além disso, variam desde um design básico até os de alta complexidade, que oferecem maior resolução e contraste.

O microscópio óptico é, sem dúvida, o mais utilizado. Todos consistem fundamentalmente em um sistema de duas lentes, uma fonte de luz e partes mecânicas ajustáveis para determinar a distância focal entre as lentes e a amostra.

A maioria dos microscópios ópticos permite uma ampliação de 40x até 1000x. Ele é considerado composto, pois apresenta dois sistemas de lentes: ocular, que fica próximo ao olho do observador e objetiva, próxima à preparação a ser observada. A lente ocular geralmente amplia 10x e uma lente objetiva amplia 40x.  A maioria das vezes o microscópio vem com um conjunto de lentes objetivas que podem ser trocadas, variando assim a ampliação.

Você sabe manusear um microscópio corretamente?

 

Para observar a amostra, primeiro você precisa baixar a platina completamente e inserir a lâmina com a lamínula, fixando o objeto com a pinça. Além disso, é preciso se certificar de que o diafragma regule corretamente a quantidade de luz que atinge o campo de visão do microscópio. Na sequência,  é preciso selecionar a objetiva de menor aumento e fazer o ajuste macro e micrométrico, olhando através das lentes oculares. Você também pode usar o revólver para mudar para a objetiva seguinte.

 

 

Ainda não conseguiu entender como é realizada a observação no microscópio?

Deve ser pelo fato de que a microscopia tem uma terminologia muito específica. Você precisa estar familiarizado com os termos para garantir uma correta manipulação e configuração do equipamento, produzindo assim imagens nítidas.

No nosso post “Microscópio Óptico: Você conhece a sua estrutura e aplicações?” você confere todos os componentes que formam um microscópio. E logo a abaixo, descubra as terminologias mais utilizadas em microscopia.

 

 

Terminologias utilizadas na microscopia

Abertura Numérica (N.A.)

A abertura numérica é um fator importante que determina a eficiência do condensador e da objetiva. É representada pela fórmula: (NA = ηsinα), onde η é o índice de refração de um meio (ar, água, óleo de imersão, etc.) entre a objetiva e o espécime ou condensador, e α é metade do ângulo máximo em que a luz entra ou sai da lente de ou para um ponto do objeto focado no eixo óptico.

 

Ajuste de dioptria

O ajuste da ocular de um instrumento para proporcionar acomodação para as diferenças de visão do observador.

 

Ampliação

O número de vezes que o tamanho da imagem excede o objeto original. Assim, é a razão entre a distância entre dois pontos na imagem e a distância entre os dois pontos correspondentes no objeto.

 

Ampliação total

A ampliação total de um microscópio é o poder de ampliação individual da objetiva multiplicado pelo da ocular.

 

Campo de visão (F.O.V.)

A parte do campo da imagem, que é visualizada na retina do observador, e, portanto, pode ser vista em qualquer momento. O campo de número de exibição é agora uma das marcas padrão da ocular.

 

Campo de visão real (Real Viewfield)

O diâmetro em milímetros do campo do objeto.
Real Viewfield = Campo de visão da ocular / ampliação da objetiva

 

Exemplo:
Campo de visão da ocular = 20 mm
Magnificação da objetiva = 10X
Diâmetro do campo do objeto = 20/10 = 2,0mm

 

Condensador Abbe

Um condensador com duas lentes, localizado abaixo da platina do microscópio, com a função de coletar luz e direcioná-la para o objeto a ser examinado. Sua alta abertura numérica torna-o particularmente adequado para uso com a maioria das objetivas de ampliação média e alta.

 

Contraste de fase

Uma forma de microscopia que converte diferenças na espessura do objeto e no índice de refração em diferenças na amplitude e intensidade da imagem.

 

Diafragma

Controla o tamanho efetivo da abertura do condensador, regulando dessa forma a quantidade de luz que entra.

 

Distância de trabalho

Esta é a distância entre a lente frontal objetiva e a parte superior da lamínula quando o espécime está em foco. Na maioria dos casos, a distância de trabalho de uma objetiva diminui à medida que a ampliação aumenta.

 

Eixo X

O eixo que geralmente é horizontal em um sistema de coordenadas bidimensional. No microscópio, o eixo X dos estágios da amostra é considerado o que corre da esquerda para a direita.

 

Eixo Y

O eixo que geralmente é vertical em um sistema de coordenadas bidimensional. No microscópio, o eixo Y dos estágios da amostra é considerado o que corre de frente para trás.

 

Espessura da lamínula

As objetivas de luz transmitida são projetadas para reproduzir imagens de espécimes cobertos por uma lamínula fina. A espessura desta pequena peça de vidro é agora padronizada em 0,17 mm para a maioria das aplicações.

 

Filtro

Os filtros são elementos ópticos que transmitem luz seletivamente. Assim, pode absorver parte do espectro, reduzir a intensidade ou transmitir apenas comprimentos de onda específicos.

 

Micrômetro (μm)

Uma unidade métrica de medida de comprimento.
μm = 1×10-6 metros ou 0.000001 metros

 

Nanômetro (nm)

Uma unidade de comprimento no sistema métrico.
Nm= 1×10−9 metro ou 0.000000001 metro

 

Óleo de imersão

Qualquer líquido que ocupe o espaço entre o objeto e a objetiva do microscópio. Esse líquido geralmente é necessário para objetivas de distância focal de 3 mm ou menos.

 

Poder de resolução

Uma medida da capacidade do sistema óptico de produzir uma imagem que separe dois pontos ou linhas paralelas no objeto.

 

Profundidade de foco

A profundidade axial do espaço em ambos os lados do plano da imagem dentro da qual a imagem é focada. Portanto, quanto maior a N.A. da objetiva, menor a profundidade de foco.

 

Resolução

O resultado da exibição de detalhes finos em uma imagem.

 

 

Microscópio Kasvi

 

 


Referências