Notícias

Você sabe como é realizada a Extração de DNA?

  • pipetage

A Extração de DNA é muitas vezes o passo inicial em muitos processos de Biologia Molecular, segmentos laboratoriais e investigações forenses. Diversos métodos foram estabelecidos para isolar as moléculas de DNA a partir de materiais biológicos como sangue, saliva, células epiteliais, urina e outros fluidos corporais.

O código genético das células individuais é responsável pelas características distintas observadas em todas as formas de vida. A informação genética nas células está contida nos ácidos nucleicos, DNA ou RNA. O ácido desoxirribonucleico (DNA) carrega o código genético da célula, enquanto o ácido ribonucleico (RNA) é uma molécula intermediaria que converte esse código em sequências definidas de aminoácidos em proteínas.

O isolamento do DNA ou RNA é um processo de extração desse material que pode ser realizado em qualquer tipo de organismo e através de diferentes tipos de amostra. Existem vários métodos utilizados para realizar a extração DNA e RNA.

Cada um deles é destinado a aplicações distintas, muitas vezes uma metodologia usada para a determinação de paternidade, por exemplo, pode não ser a mais adequada para fins diagnósticos ou para a prática de PCR, uma técnica muito sensível.

Assim, diferentes métodos têm vários efeitos sobre a extração de DNA, mas possuem a mesma finalidade: separar o DNA presente do núcleo das células de outros componentes celulares, purificando o material para realizar uma análise adequada.

 

Extração de DNA – Aplicação

A extração de DNA e sua purificação são de primordial importância para a área de biotecnologia, médica e também forense.

Seu estudo permite identificar causas de doenças genéticas, distinguir e analisar vírus e bactérias, determinar a paternidade de indivíduos e até mesmo criar organismos geneticamente modificados gerando produtos benéficos, tais como insulina, antibióticos e hormônios.

Qual a importância da extração de DNA em um procedimento de PCR?

 

Interferentes na extração de DNA e RNA

Diversos tipos de amostras podem ser utilizadas para a extração, desde sangue até um único fio de cabelo. Entretanto, a amostra também irá determinar a qualidade do material extraído.

A quantidade de DNA purificado depende do tipo de amostra e do número de células presentes que pode variar, por exemplo, conforme a idade do paciente e seu estado de saúde e também devido as condições de transporte, armazenamento e idade das amostras. O volume utilizado é um fator muito importante.

Amostras frescas e congeladas de sangue terão um rendimento diferente. Amostras de sangue estocadas em temperatura ambiente ou 4°C por alguns dias ou semanas respectivamente, podem ainda permitir isolamento de DNA. Porém, o rendimento e a qualidade do DNA podem diminuir devido ao armazenamento prolongado nestas condições. Certamente a qualidade e o rendimento de amostras se sangue fresco serão bem maiores do que amostras de sangue congeladas por anos.

Existem diversos kits para extração de DNA e RNA disponíveis no mercado, mas é imprescindível escolher qual é o kit ideal para atender ao que você necessita. É preciso levar em consideração a otimização do rendimento e a degradação do DNA ou RNA durante a extração, a sua eficiência em termos de custo, tempo e simplicidade da metodologia. Além disso, há a preocupação com componentes de baixo risco para o usuário, gerando ainda o mínimo possível de resíduos perigosos.

 

Passos para realizar a Extração e Purificação de DNA

Alguns procedimentos básicos são realizados para isolar e purificar o DNA. São eles:

Etapa de Lise – o primeiro passo consiste em realizar a lise (quebra) da célula para expor o DNA.

Ligação – uma membrana de sílica retém e concentra o DNA.

Etapa de Lavagem – quebrar e emulsionar a gordura e as proteínas que formam a membrana da célula. Isto normalmente é feito utilizando soluções detergentes e por centrifugação. As etapas de lavagem removem estes resíduos contaminantes, restando apenas a membrana com o DNA.

Etapa de Eluição – por fim ocorre a liberação dos ácidos nucléicos (DNA/ RNA) da membrana. Isto proporciona o DNA purificado pronto para ser utilizado em diferentes aplicações.

O rendimento e a qualidade do DNA extraído dependem muito do kit utilizado e podem interferir no resultado de testes realizados posteriormente. Por isso a obtenção de DNA de alta qualidade é essencial, garantindo assim o sucesso das etapas seguintes.

Quando se fala em PCR essa escolha é decisiva, pois a sensibilidade de detecção é diferente e a demora em algumas etapas pode aumentar a probabilidade de falha devido à manipulação, alterando o resultado final.

Leia mais: Como a PCR é utilizada na Ciência Forense

 

Kit de Extração de DNA Kasvi

O Kit de Extração Kasvi Mini Spin é a ferramenta ideal para uma extração e purificação manual simples, rápida e eficiente de DNA genômico. Devido à alta pureza, o DNA genômico extraído fica pronto para uso em um grande painel de aplicações em Biologia Molecular, nos mais variados segmentos laboratoriais, inclusive em diagnóstico in vitro, ou poderá ser armazenado a -20°C para uso subsequente.

As seguintes amostras foram validadas para uso com o Kit Kasvi:

  • Sangue total;
  • Buffy coat;
  • Cultura de células;
  • Soro, plasma e outros fluidos corpóreos.

Também é possível purificar DNA viral e bacteriano de amostras clínicas.

 

Boas práticas para extração de DNA e RNA

  • Sempre que estiver trabalhando com soluções químicas e amostras biológicas, utilize os EPIs adequados (jaleco, óculos, luvas, etc);
  • Não usar componentes danificados, pois eles podem gerar baixo rendimento;
  • Sempre trocar as ponteiras entre as transferências de líquidos para evitar a contaminação cruzada. É recomendado o uso de ponteiras com filtro;
  • Toda a centrifugação deve ser realizada em temperatura ambiente;
  • Não misturar componentes de kits diferentes, se não forem o mesmo lote;
  • Evitar contaminação microbiana dos reagentes do kit;
  • Para minimizar risco de infecções é recomendado trabalhar em câmara de fluxo laminar;
  • Os resíduos são considerados como material infeccioso e devem ser manuseados de acordo com as normas de segurança regulamentadas.

Conheça outros produtos Kasvi: