Notícias

Micropipeta: como realizar a manutenção preventiva

As micropipetas são equipamentos indispensáveis em qualquer tipo de laboratório. As técnicas de pipetagem participam de pelo menos uma das etapas dos processos de análise.

Com capacidade de medir volumes muito pequenos e de grande influência nos resultados estes equipamento necessitam, além de conhecimento da técnica de manipulação de líquidos, cuidados para garantir sempre a sua precisão.

Embora as micropipetas pareçam simples de usar, há sempre novos usuários ou mesmo aqueles que não possuem uma técnica tão apurada.

 

Boas Práticas em Pipetagem

 

São inúmeros os fatores que podem interferir e influenciam na exatidão e precisão da pipetagem. Entre eles podemos citar desde a técnica incorreta do operador, a má calibração da micropipeta, até fatores ambientais e viscosidade do líquido.

 

Conceitos básico de manutenção de micropipetas

Manutenção preventiva

São todos os processos efetuados em um equipamento a fim de prolongar sua vida útil, eliminando ou reduzindo a frequência de falhas. A manutenção preventiva consiste em 3 passos:

• Limpeza e conservação
• Lubrificação
• Calibração

 

Manutenção corretiva

Irá restaurar as condições ideais para utilização do equipamento, normalmente acontece depois de confirmada uma falha.

A manutenção corretiva deve ser realizada com eficiência para evitar esse tipo de situação ou até mesmo a inutilização do equipamento, gerando mais custos ao laboratório.

 

Confira em nossos vídeos como realizar a manutenção correta da sua micropipeta:

Micropipetas Monocanal

 

 

Micropipetas Monocanal Premium Black

Micropipetas 10.000µl

Micropipeta Multicanal Premium Black

 

 

 

Conheça as linhas de Micropipetas Kasvi